O que é transformação digital?

04/12/2017

Muito mais que o uso de novas tecnologias, a transformação digital é uma cultura

Tente se lembrar do ano de 2007. As primeiras redes sociais começavam a surgir. A Apple lançava seu primeiro iPhone. Empresas começavam a pensar em data mining. Há dez anos, organizações não tinham uma estratégia digital, não se pensava em dispositivos móveis como tablets e smartphones. Hoje, falamos em inteligência artificial, computação cognitiva, Facebook Ads e internet das coisas.
 
Há uma década, quando se usava a palavra “digital”, imediatamente se pensava em TI - Tecnologia da Informação. Agora, “digital” denota um novo mundo, que requer estratégia, estudo e investimento.
 
O avanço da tecnologia mudou nossos hábitos, a maneira como interagimos com as pessoas e, também, como consumimos. De 2007 para cá, o mundo vem passando por uma transformação digital.
 
Fica cada vez mais evidente que precisamos reavaliar nosso conceito de digital e perceber que ele não está restrito à indústria tecnológica ou a start ups no Vale do Silício. Todas as organizações precisam acompanhar a revolução digital e se inserir nesse novo mundo.
 
Mas o que é transformação digital?
 
Muito mais do que o uso de compartilhamento em nuvem, de novas tecnologias e de redes sociais, a transformação digital tem como objetivo a absorção de uma cultura digital, por meio  de reestruturação de processos, que resulte em um aumento de produtividade e na melhoria da experiência de usuário (seja ele seu funcionário ou consumidor).
 
Transformação digital nada mais é do que usar todos os novos recursos tecnológicos a nosso favor. Isso envolve nossas ferramentas de trabalho, portfólio de produtos e até mesmo mindset, afinal, para acompanhar todas as mudanças e os avanços, precisamos também transformar a maneira como enxergamos o mundo.
 
Uma verdadeira transformação digital se apoia em quatro pilares, são eles:
1. processos - precisa melhorar a eficiência da organização;
2. pessoas - deve melhorar a experiência do usuário;
3. tecnologia - buscar inovação;
4. acréscimo de valor - precisa trazer vantagens competitivas.
 
Erros mais comuns na transformação digital
 
Muitas organizações, erroneamente, acreditam que já passaram por uma transformação digital porque possuem perfis em redes sociais, têm um bom website ou utilizam o Google e o Facebook Ads para se promover. Essas organizações, por mais que tenham feito um esforço de presença digital, não passaram pela verdadeira transformação digital.
 
De acordo com artigo publicado na Harvard Business Review, apesar das empresas já reconhecerem a importância do digital para os negócios, em um período de dez anos, houve um aumento de apenas 1% de investimento em novas tecnologias.
 
Percebeu-se, também, que a maior parte dessa receita é destinada para iniciativas que aumentem lucros ou diminuam os custos, o que indica que inovar e implementar tecnologias de ponta em seus produtos não são prioridade dentro das organizações. O mesmo artigo mostra, ainda, que o porcentual de falhas na transformação digital das organizações varia de 66% a 84%.
 
Dados como esses mostram que o caminho para a transformação digital é longo e contínuo e devemos estar sempre atentos para oportunidades de melhoria. Transformar uma organização é difícil, mas é um caminho sem volta para as empresas que desejam sobreviver no mercado.
 
Não basta ser um especialista em gerenciamento da mudança. A transformação digital é mais profunda e traz a oportunidade de investir em novos modelos de negócios, mais lucrativos e escaláveis. Você e a sua organização estão preparados para mudar?
 

 

Loading
Comentários
Para escrever comentários, faça seu login ou conecte-se pelo Facebook ou Linkedin
Carregando... Loading
Carregando... Loading