No Dia Mundial da Qualidade, conheça a história da FNQ

09/11/2017

Entenda nossa história, missão e nossos objetivos e como a Fundação está ligada a este tema

Toda segunda quinta-feira de novembro celebra-se o Dia Mundial da Qualidade. A data, que foi estabelecida pela ONU, em 1990, tem o objetivo de debater a importância da qualidade dentro das empresas, conscientizar e incentivar as organizações a buscarem constante desenvolvimento.

História da FNQ
A FNQ tem uma relação direta com este tema, desde o começo da sua história. O surgimento da Fundação está intimamente relacionado com o termo qualidade. Com a abertura da economia brasileira, no início da década de 90, alguns empresários detectaram a necessidade de adotar padrões internacionais para orientar, avaliar e reconhecer a gestão, em busca de mais qualidade e competitividade.

Assim, nasceu a FNQ, com o nome de Fundação para o Prêmio Nacional da Qualidade (FPNQ). Seu propósito inicial era administrar o Prêmio Nacional da Qualidade® (PNQ) e as atividades decorrentes do processo de premiação. Mas não demorou muito para identificou a necessidade de estudar e desenvolver práticas que capacitasse gestores a extrair os melhores resultados de suas organizações.

Em 2005, a Fundação promoveu uma ampla reestruturação, retirando o nome prêmio da sigla, passando a se chamar Fundação Nacional da Qualidade (FNQ). A mudança veio para refletir a nova missão e a visão da organização, que ganhou novos objetivos e incorporou ao Modelo de Excelência da Gestão® (MEG) novas práticas de gestão com tendências de organizações Classe Mundial, entre elas, a sustentabilidade, a responsabilidade corporativa e a valorização das pessoas, da qualidade de vida e da diversidade.    

Desde então, a Fundação busca se consolidar como centro de referência das melhores práticas de gestão no Brasil, por meio da frequente atualização e do aperfeiçoamento do MEG.

Modelo de gestão
A principal ferramenta da FNQ é o Modelo de Excelência em Gestão® (MEG), uma metodologia de gestão organizacional aplicada para aumentar a produtividade e a competitividade das organizações brasileiras, olhando dos processos aos resultados das empresas sistemicamente.

O MEG chegou a sua 21ª edição no ano passado e destaca-se por sua versatilidade, sendo aplicável a qualquer tamanho de empresa ou segmento de negócio. A metodologia não se propõe a ser normativa, mas sim, um guia, adaptável às demandas e à cultura de cada organização.

Capacitação é o caminho
A cada dia, a FNQ reafirma seu papel de agente para o desenvolvimento das organizações e do País e segue ampliando e fortalecendo a sua rede de parceiros, consolidando-se como um centro de estudo, debate, geração e disseminação de conhecimento na área da gestão.

Para a Fundação, as organizações são sistemas vivos integrantes de ecossistemas, que necessitam entender e exercitar os princípios da interdependência, do pensamento sistêmico e da sustentabilidade na gestão.

Por isso, mantém o compromisso de aperfeiçoar-se e renovar sua missão constantemente, de forma a acompanhar as mudanças globais e a impulsionar o desenvolvimento das empresas e do País como um todo.

E para tanto, desenvolveu uma série de produtos e serviços para capacitar as organizações na busca pela excelência em gestão. São cursos, publicações, eventos, palestras on-line e ferramentas diversas. Clique aqui e confira o portfólio completo de soluções, que apresenta o caminho que as organizações devem percorrer no desenvolvimento e aperfeiçoamento da sua gestão.

Loading
Comentários
Para escrever comentários, faça seu login ou conecte-se pelo Facebook ou Linkedin
Carregando... Loading
Carregando... Loading