Confira tudo o que aconteceu em evento da FNQ e da Fundibeq

18/09/2015

Fórum de Boas Práticas e Convención Iberoamericana de la Calidad levantaram discussão sobre gestão de excelência

 
A Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) realizou, em parceria com a Fundación Iberoamericana para la Gestión de la Calidad (Fundibeq), no dia 16 de setembro, o Fórum de Boas Práticas e a Convención Iberoamericana de la Calidad. Com o objetivo de promover a troca de experiências de boas práticas de gestão, o evento reuniu organizações reconhecidas no Prêmio Nacional da Qualidade® (PNQ) e no Premio Iberoamericano de la Calidad.
 
O presidente do Conselho Curador da FNQ, Wilson Ferreira Junior, iniciou o evento abordando a crise econômica pela qual o Brasil está passando e ressaltou a importância de aproveitar este momento de decisão e de aprendizado. "Eu vejo o nosso encontro como algo valioso pela possibilidade de trocar experiências. Nós somos a semente da excelência, estamos aqui compartilhando as melhores práticas. Os praticantes dessa causa inspiram nossos colegas", apontou Wilson.
 
Juan Martin Cuesta, presidente da Fundibeq, falou sobre a oportunidade de realizar o evento com a FNQ, exaltando as boas práticas de gestão e a troca de experiências entre as nações da Iberoamérica. Ao falar sobre o momento atual, foi enfático ao afirmar que não podemos desanimar. “O importante é não cair na depressão, não podemos deixar que essa situação nos acovarde, temos de inovar e seguir”, afirmou.
 
Em seguida, o presidente executivo da FNQ, Jairo Martins, ressaltou a necessidade de organizações e sociedade agirem de forma propositiva, colocando em prática um novo modelo mental. “Está na hora de nos posicionarmos! Temos de ter coragem de mudar para sermos protagonistas de uma nova era!", exaltou.
 
Convidado especial para a palestra magna, Alexandre Caldini, presidente da Editora Abril, explicou a importância das relações humanas em todos os âmbitos da vida, sejam profissionais ou pessoais. “O relacionamento humano é o que, de fato, move tudo. Em essência, se conseguirmos nos relacionar melhor com as pessoas, as coisas passam a funcionar”, explicou.
 
Iniciando a apresentação de cases de sucesso reconhecidos pelo Premio Iberoamericano, Brandon Kaufman Zalkind, da organização uruguaia Abengoa, falou sobre as oportunidades que surgem em momentos de crise. "Temos de trabalhar baseados na ambição. Uma ambição positiva, com valores que não podem ser deixados para trás.
 
Para isso, são necessários dois pontos: liderança e planejamento estratégico", destacou e completou: " se quisermos crescer, precisamos sair da zona de conforto e conquistar novos espaços".
 
Depois, Evaristo José Vega Fernandez, diretor de Saúde do Instituto del Corazón, da Colômbia, explicou como sua organização utiliza a inovação para crescer, proporcionar experiências de excelência para seus pacientes e assegurar um sistema de saúde sustentável. "Muitas vezes, esquecemos que o que temos na nossa frente são pessoas, mais do que pacientes. Temos de ter uma atenção cada vez mais humanizada", afirmou Evaristo.
 
Durante a tarde, foram apresentados os cases brasileiros premiados no PNQ, começando com Gibrail Antonio Gambirazzio, gerente de manufatura da Master Sistemas Automotivos, que ressaltou as boas práticas do “Programa Florescer”, o qual tem como principal objetivo preparar crianças e adolescentes para o exercício da cidadania, para uma melhor qualidade de vida e um futuro promissor. 
 
Dando continuidade, o gestor corporativo de excelência do negócio, Ewaldo Cristhiano Nogueira, da EDP, destacou a importância dos Fundamentos do Modelo de Excelência da Gestão® (MEG) para lidar com o desafio de diminuir as reclamações dos consumidores. “A EDP passou a tratar, com rigor, a estratificação e análise de dados e utilização de ferramentas para a identificação de causas fundamentais e elaboração de planos de ação, agregados a outras práticas da organização”, explicou Ewaldo.
 
Por fim, foi realizado um painel com representantes da Cámara Española del Comercio, do Grupo Santander e da Elektro, para discutir a atuação e os desafios das organizações iberoamericanas no Brasil. Por meio das histórias de cada uma dessas organizações, foi possível perceber que a expansão internacional é uma realidade e demanda inovação e investimento para adaptar-se ao momento em que vivemos.
 
Clique aqui e confira as fotos do evento.
 
Loading
Comentários
Para escrever comentários, faça seu login ou conecte-se pelo Facebook ou Linkedin
Carregando... Loading
Carregando... Loading