7 ferramentas para estimular a inovação nas organizações

15/05/2017

Aprendizado Organizacional e Inovação são uns dos Fundamentos da Gestão para Excelência do novo MEG

A inovação e a constante busca por aperfeiçoamento são pilares essenciais para o desenvolvimento sustentável de toda organização. Inovar é buscar o sucesso por meio de práticas e ideias ainda não exploradas. Esse tema está presente no novo Modelo de Excelência em Gestão® (MEG) - 21a edição dentro do Fundamento Aprendizado Organizacional e Inovação
 
No novo MEG, este Fundamento é definido como:
 
“Busca e alcance de novos patamares de competência para a organização e sua força de trabalho por meio da percepção, reflexão, avaliação
e compartilhamento de conhecimentos, promovendo um ambiente favorável à criatividade, experimentação e implementação de novas ideias capazes de gerar ganhos sustentáveis para as partes interessadas.” 
 
O Fundamento Aprendizado Organizacional e Inovação desenvolve-se em quatro Temas: Aperfeiçoamento, Competências Essenciais, Conhecimento e Inovação. O Tema Inovação, por sua vez, divide-se em quatro processos, são eles:
 
  • Indução
O processo de indução é a etapa inicial para a Inovação e implica a criação de um ambiente favorável à experimentação e aprendizado, estimulando novas ideias e engajando a organização em redes de inovação. 
 
  • Desenvolvimento
Este processo compreende a priorização de ideias, desenvolvimento de competências orientadas para a inovação, definição de indicadores de inovação, experimentação e teste das novas ideias.
 
  • Implementação
Este é o momento de executar, validar e divulgar as novas práticas desenvolvidas.
 
  • Medição
Depois do processo de implementação, deve-se avaliar o resultado das inovações, fornecer feedback à força de trabalho, analisar os projetos que foram bem e mal sucedidos e, por fim, registrar as lições aprendidas.
 
São muitas as ferramentas e metodologias que impulsionam a inovação e estimulam o processo criativo. Listamos, abaixo, algumas ferramentas poderosas para você conhecer. 
 
1. Benchmarking
Método de comparação de produtos, processos e desempenho de uma organização com outra de referência.
 
2. Brainstorming (Tempestade de Ideias)
Técnica grupal ou individual, na qual são realizados exercícios mentais com a finalidade de resolver problemas específicos, explorando a potencialidade criativa de um indivíduo ou de um grupo.
 
3. Comunidades de Prática
Grupo de pessoas que se unem em torno de um mesmo tópico ou interesse. Essas pessoas trabalham juntas para achar meios de melhorar o que fazem, ou seja, na resolução de um problema na comunidade ou no aprendizado diário, por meio da interação regular.
 
4. Design Thinking
Conjunto de métodos e processos para abordar problemas, relacionados à aquisição de informações, análise de conhecimento e propostas de solução, colocando as pessoas no centro do desenvolvimento, promovendo a criatividade para a geração da solução e a razão para analisar e adaptar as soluções.
 
5. Prototipagem Acelerada
Métodos ou ferramentas que reduzem o time to market, custos de desenvolvimento, os riscos e as possibilidades de seus concorrentes.
 
6. Radar de Inovação
Método desenvolvido pelos professores da Kellog Business School, abrange as diferentes dimensões do negócio, a intensidade da inovação e seu grau de dependência. As inovações ocorrem em diferentes partes do modelo de negócios de uma organização ou nele como um todo.
 
7. Sistemas de Cocriação (ou Sistemas Colaborativos)
Processos que permitem que o usuário e outras partes interessadas participem da criação de novos produtos ou soluções.
 
Para conhecer outras ferramentas de inovação e a 21ª edição do Modelo de Excelência da Gestão® (MEG), você pode fazer os cursos da FNQ e adquirir as publicações impressas. Clique aqui para mais informações. 
 
 
Loading
Comentários
Para escrever comentários, faça seu login ou conecte-se pelo Facebook ou Linkedin
Carregando... Loading
Carregando... Loading